sábado, 16 de outubro de 2010

Lidando com as madeixas


Antes de dormir, penteou suas belas e negras madeixas. Um cuidado só. Numa dessas manhãs, ao acordar, as madeixas haviam se transformado em negras serpentes. Irritadas porque presas em seu couro, mastigaram-lhe a cara e o pescoço. Aguardaram que morresse e que por fim secasse para facilitar o desprendimento. Depois de secos o crânio e a carne, secaram também as serpentes.

Um comentário:

  1. pensarei sempre nisso quando for cortar o cabelo daqui por diante...

    WPC>

    ResponderExcluir